domingo, 9 de janeiro de 2011

Juvenis: Empate penaliza Maceirinha

Era com grande expectativa que se esperava o duelo entre AD Portomosense e ACR Maceirinha. Era um jogo entre o 3º e 2º classificado, respectivamente, e com ambas as equipas empatadas na tabela com 14 pontos, sendo que o Portomosense tinha mais um jogo disputado.

Quem começou melhor foi a equipa forasteira, levando consecutivamente ataques perigosos à defesa de Porto de Mós, grande parte deles originando cantos para a equipa azul e branca. O Portomosense chegava apenas em ataques rápidos à baliza da Maceirinha.

O primeiro golo acabaria por premiar a equipa que estava melhor no jogo; a meio da primeira parte numa bola perdida, João Paulo faz um golo de levantar a plateia, colocando a bola no canto superior esquerdo da baliza de Diogo ( guarda redes do ADP ), num remate a cerca de 30 metros da baliza. Mais nada de relevante sucedeu, até ao fim do primeiro tempo, e as equipas seguiam para o balneário com o resultado fixado em 0-1.

Na segunda parte, o panorama alterou-se um pouco. A equipa da Maceirinha arriscava menos no ataque, e o jogo passava-se maioritariamente no meio campo, sem grande perigo para ambos os lados. No entanto, poderia ter mesmo acontecido o 0-2: canto batido na direita por Pedro Filipe, Zé Carlos cabeceia para uma brilhante defesa de Diogo, que num lance fantástico defende, ainda, uma recarga de Mauro, que aparecia junto ao 2º poste.

Posto isto, a equipa da casa arriscou mais em busca de pelo menos um ponto, que ainda os mantivesse na corrida pelo campeonato. E conseguiu mesmo marcar. Fez o 1-1 num cabeceamento indefensável de Dima.
O Portomosense acabou por dar a volta ao marcador minutos depois: na sequência de um livre defensivo batido para a área, falha defensiva e Andrézinho com todo o espaço empurra para o 2-1. Faltavam exactamente 12 minutos para o fim, e a equipa visitante via-se pelaprimeira vez a perder no jogo. Depois de ter uma abordagem táctica quase perfeita, em dois erros defensivos encontrava-se a perder um jogo que poderia estar a ganhar.
Nesta altura já se jogava com o coração, ninguém dava importância à razão numa altura daquelas. Atacava com tudo, e poderia mesmo chegar ao empate em vários lances, mas falhava sempre no capítulo da finalização. E grande parte deste desacerto, devia-se ao jogo fenomenal que Diogo fazia.

A escassos minutos do fim, num lance que parecia perdido, Zé Carlos ganha a bola junto à bandeirola de canto, passa rasteiro atrasado, e aparece ‘Boris’ a finalizar com a frieza necessária num momento daqueles. O marcador não se alteraria mais até ao final do jogo, mas por pouco, já que Zé Carlos surgiu, já nos descontos, isolado perante Diogo, mas o remate acabaria defendido, numa outra brilhante defesa.

Acabado o jogo, o empate reflecte a má finalização por parte da equipa visitante, e atribui grande mérito ao guarda-redes da equipa da casa. A Maceirinha, acaba por ser a equipa que sai mais penalizada com este resultado, uma vez que foi a melhor equipa em campo. As equipas continuam, assim, empatadas pontualmente na classificação geral e a 6 pontos do líder Marinhense (não esquecer que a Maceirinha tem 1 jogo a menos).

in emforadejogo.blogspot.com

1 comentário:

SNFF disse...

Conhece já o site dedicado às nossas selecções nacionais de futebol feminino em http://seleccoesnacionaisfutfem.com

Dá a tua opinião!

Futebol Feminino em Desenvolvimento!